O que os contos nos têm a dizer sobre a realidade?
07 de Agosto de 2018
O que os contos nos têm a dizer sobre a realidade?

Filme Malévola

A história parece ser a de sempre uma bruxa má e uma princesa indefesa. E no começo é bem isso mesmo uma linda princesa, mas desta vez uma linda bruxa má o que é de saltar aos olhos apesar de belezas opostas, o que me remete que a beleza não é o mais importante.

Caminhando com o filme, a princesa é cuidada por três fadas nada cuidadosas desengonçadas e desastradas mostrando que nem toda mulher tem um perfil nato para a maternidade.

A Malévola então começa a gostar de observar aquela criança em que desejou o pior, porém por mais que todos saibam o quanto ela era má, aquela criança não sabia, e não a tratava assim pelo contrário não sabendo de nada foi muito afetuosa com ela. E então não sabendo que era má encontrou o melhor nela, que nem ela sabia que ainda tinha, a bondade.

O Rei por sua vez aceitando toda sua fúria em relação a bruxa, se contaminou de toda a maldade se tornando assim o Rei mal e a bruxa boa.

Essa história apresenta uma relação que mostra que as pessoas não são apenas uma coisa e muito menos apenas destinadas a serem boas ou más, como um determinismo, em que muitas vezes tratamos as relações onde elas indicam apenas um lado da pessoa. Sendo assim penso que olhar o ser humano apenas por uma perspectiva e descrever ele somente com uma persona é ser pobre na observação, todos os papéis que vivemos são diferentes e inúmeros, podemos ser a bruxa má ou a bruxa boa em cada relação que se estabelece e não apenas um ou outro.

Monique da Costa Martins
Psicóloga Clínica
CRP: 06/113299


Artigos Relacionados

O Self–Healing chega a nossa clínica
O Self–Healing chega a nossa clínica
01 de Agosto de 2018
leia mais...
Atenção Plena
Atenção Plena
19 de Julho de 2018
leia mais...
Autocompaixão
Autocompaixão
14 de Junho de 2018
leia mais...