O Lúdico no atendimento Psicopedagógico
16 de Agosto de 2018
O Lúdico no atendimento Psicopedagógico

O jogo no contexto psicopedagógico é utilizado para tentar de uma nova e divertida forma de aprender algo que não foi possível assimilar da forma convencional. Por haver uma maior motivação por parte da criança, ela fica mais aberta para entender algo que antes não foi possível. O intuito da utilização do jogo é alterar resignificar os esquemas antigos da criança, a fim de que ela consiga internalizar e reter mais conteúdo, trazendo significado para o conteúdo que ela está adquirindo. O contato com o material, ou seja, sair do lápis e papel e ir para o concreto, abrem portas para que a criança entre em contato com o lúdico e novas oportunidades de aprendizagem podem ocorrer.

O papel do psicopedagogo é ser mediador desta aprendizagem, auxiliar, guiar o melhor caminho a ser seguido, procurar a melhor forma possível de facilitar o aprendizado, e neste sentido o jogo é uma ferramenta completa. A utilização do jogo deve ser realizada com foco, jamais sem intenções despretensiosas. Para conseguir obter resultados quanto a origem do bloqueio do aprendizado, o psicopedagogo deve estar preparado e sua atividade deve envolver perguntas que deverão ser respondidas através da utilização dos jogos.

Adriana Mello Costa
Psicopedagoga atuação com dificuldades escolares, transtornos de aprendizagem


Artigos Relacionados

O que os contos nos têm a dizer sobre a realidade?
O que os contos nos têm a dizer sobre a realidade?
07 de Agosto de 2018
leia mais...
Atenção Plena
Atenção Plena
19 de Julho de 2018
leia mais...
Autocompaixão
Autocompaixão
14 de Junho de 2018
leia mais...