TDAH não tem cara
05 de Junho de 2018
TDAH não tem cara

Quando conversamos com professores, coordenação e mesmo pais, o termo que mais ouvimos falar é que tem cara de TDAH. Isso acontece porque muitos sabem o que é basicamente o Transtorno e conhecem alguns comportamentos que são apontados como precedentes para o diagnóstico e então quando identificam algum dos comportamentos que já ouviram falar que são característicos de TDAH indicam como tendo "cara".

Sempre que recebo uma criança com essa possível queixa da família ou da escola minha primeira explicação é que nem toda agitação é TDAH e nem todo TDAH é agitado. A reação então normalmente é de surpresa já que em muitos casos conhecem pouco sobre o transtorno em si.

Gosto sempre de dar dois exemplos aos pais e professores, coloque um adulto em um ambiente desestimulador e peça que o mesmo fique quietas por varias horas seguidas e terá um adulto Hiperativo. Ou então peça para um adulto estudar algo muito difícil que não é do seu conhecimento ou interesse por varias horas e verá o seu nível de desatenção baixar.

Então devemos sempre pensar que por trás de qualquer sintoma que eu conheça sobre transtorno existe uma pessoa com interesses e motivação ou não, antes de ter apenas uma suspeita de qual o transtorno descreve apenas os comportamentos que estão inadequados ou que são esperados para a criança que ainda não foram alcançados, assim com as informações e relatos detalhadas poderemos ter uma avaliação mais técnica dos comportamentos, e então realizar um diagnóstico ou não.

Monique Martins
Psicóloga com Especialização em Neuropsicologia CRP 06/113299


Artigos Relacionados

TDAH
TDAH
08 de Maio de 2018
leia mais...
Saúde Emocional Infantil
Saúde Emocional Infantil
12 de Janeiro de 2017
leia mais...
Será que meu filho precisa de Terapia Ocupacional?
Será que meu filho precisa de Terapia Ocupacional?
11 de Maio de 2018
leia mais...